Direitos e deveres

Animais de estimação e apartamentos

Muitos se fazem essa pergunta ‘’é permitido animais de estimação em um apartamento? ’’. Morar com o bichinho de estimação é um sinonimo de alegria para muitas pessoas, porém, pode ser um problema se você vive ou pretende ser mudar para um novo apartamento.

Por isso é necessário entender todos os seus direitos quando se trata deste assunto, antes mesmo de assinar o contrato.
A convenção de condomínio é responsável por determinar suas próprias regras. Mesmo que elas não proíbam a presença de animais dentro do apartamento, podem regular a circulação deles em áreas comuns do prédio, se você tem um cachorro, a regra pode exigir que seja usado coleira ou focinheira nesses locais ou até mesmo restringir o uso do elevador. Estar atento a essas regras é extremamente importante, elas precisam ser claras e especificadas antes do início do contrato, para que depois você decida se é viável para o seu pet e para você.

Procure saber se a saúde do seu bichinho de estimação está em dia. Se necessário, apresente um laudo veterinário para o proprietário do apartamento que você deseja morar, para saber se ele não possui nenhuma doença transmissível aos seres humanos, e também saber se está tudo bem com ele para fazer uma mudança.
Viver em tranquilidade com seu amigo de quatro patas é possível, desde que esteja de acordo com todas as regras estabelecidas do imóvel e seja o ambiente para a saúde e bem-estar do seu animalzinho de estimação, e a sua também. Afinal, se está lendo isso é porque ama muito o mundo dos animais! Por isso é necessário entender todos os seus direitos quando se trata deste assunto, antes mesmo de assinar o contrato.

A convenção de condomínio é responsável por determinar suas próprias regras. Mesmo que elas não proíbam a presença de animais dentro do apartamento, podem regular a circulação deles em áreas comuns do prédio, se você tem um cachorro, a regra pode exigir que seja usado coleira ou focinheira nesses locais ou até mesmo restringir o uso do elevador. Estar atento a essas regras é extremamente importante, elas precisam ser claras e especificadas antes do início do contrato, para que depois você decida se é viável para o seu pet.

A saúde do seu bichinho de estimação está em dia? Se necessário, apresente um laudo veterinário para o proprietário do apartamento que você deseja morar, para saber se ele não possui nenhuma doença transmissível aos seres humanos, e também saber se está tudo bem com ele para fazer uma mudança.
Viver tranquilidade em um apartamento com seu amigo de quatro patas é possível, desde que esteja de acordo com todas as regras estabelecidas do imóvel e seja o ambiente para a saúde e bem-estar do seu animalzinho de estimação.

leia tambem: Procurando Imóvel? Veja estas 5 dicas antes da compra

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *